Menu
Reserve seu ingresso para o Carnaval do Rio 2017
Acadêmicos do Salgueiro Samba School

Acadêmicos do Salgueiro Samba School

Flag of Acadêmicos do Salgueiro Samba School

OUVIR SAMBA ENREDO 2017 - ACADÊMICOS DO SALGUEIRO

Acadêmicos do Salgueiro - Informações

Originária do Morro do Salgueiro, atualmente é sediada na Rua Silva Teles, n.º 104, no bairro do Andaraí, onde também funciona a Vila Olímpica do Salgueiro. Foi fundada em 5 de março de 1953, a partir da fusão de duas escolas de samba do Morro do Salgueiro, a Depois Eu Digo e a Azul e Branco.

Cores: Vermelho e Branco
Rainha da Bateria: Viviane Araújo
Presidente: Regina Celi Fernandes
Carnavalesco:  Renato Lage e Márcia Lage

Acadêmicos do Salgueiro Sinopse – Carnaval 2017

A Acadêmicos do Salgueiro desfilou pela primeira vez em 1954, conquistando o terceiro lugar, à frente da super campeã Portela. A escola foi responsável por renovar a estética do carnaval carioca ao convidar artistas de formação acadêmica para confeccionar seus desfiles.

Informações - Carnaval 2017

Group: Grupo Especial - Dia 1, 26 FEV
Theme – Enredo: “A divina comédia do carnaval”
Parading Date and Time: 02:20 hs

Leia mais sobre Acadêmicos do Salgueiro

Possui nove títulos de campeã do Grupo Especial do carnaval carioca, conquistados nos anos de 1960, 1963, 1965, 1969, 1971, 1974, 1975, 1993 e 2009. É uma das maiores vencedoras do Estandarte de Ouro, sendo premiada como melhor escola por sete vezes. É a maior vencedora

Samba Enredo 2017

Samba Enredo 2017

Enredo: "A DIVINA COMÉDIA DO CARNAVAL”

Vou embarcar em ilusões
à loucura me entregar
prazer… (ô prazer)


Sou poeta delirante, o amante
na profana liberdade
devoto da infernal felicidade
quero o gostoso veneno do beijo
saciar o meu desejo
me embriagar
nos braços da folia me jogar

Vou me perder pra te encontrar
enlouquecer, morrer de amar!
Pra que juízo, amor? A noite é nossa…
do jeito que o pecado gosta!

Sinto minh´alma se purificar
vislumbrar…
o paraíso, no firmamento
três “com sagrados” talentos
“vê, estão voltando as flores…”
lá, onde ressoam tambores
toca batuqueiro, dobre o rum
aos presentes de orum…
gira baiana e faz do céu um terreiro
tinge essa avenida de vermelho
é nossa missão, carnavalizar a vida…
que é feita pra sambar!
Dessa paixão que encanta o mundo inteiro

Só entende quem é salgueiro…
só entende quem é salgueiro…