Imperio Serrano Samba School

Imperio Serrano Samba School

Flag of Imperio Serrano Samba School

OUVIR SAMBA ENREDO 2017 - IMPERIO SERRANO

Imperio Serrano - Informações

Grêmio Recreativo Escola de Samba Império Serrano é uma das mais tradicionais escolas de samba da cidade do Rio de Janeiro, que foi campeã do Grupo Especial por nove vezes (1948, 1949, 1950, 1951, 1955, 1956, 1960, 1965, 1972, 1982) do grupo de acesso 3 vezes (1998, 2000, 2008) e foi 10 vezes vice-campeã (1953, 1954, 1957, 1958, 1962, 1965, 1967, 1968, 1973 e 1984). Mesmo estando hoje no Grupo de acesso (Série A) a Império Serrano ainda tem uma das maiores torcidas do carnaval carioca.

Cores: Verde e Branco
Rainha da Bateria: Milena Nogueira
Presidente: Vera Lúcia
Carnavalesco:  Severo Luzardo

Imperio Serrano Sinopse – Carnaval 2017

Sua origem é a Serrinha, embora sua sede atualmente se localize na Avenida Ministro Edgar Romero, ao lado da Estação Mercadão de Madureira. A escola tem como padroeiro o santo São Jorge.

Informações - Carnaval 2017

Group: Grupo de Acesso - Dia 2, 25 FEV
Theme – Enredo: "Meu quintal é maior do que o mundo"
Parading Date and Time: 00:15 hs

Leia mais sobre Imperio Serrano

Nasceu a 23 de março de 1947, a partir de uma dissidência da antiga escola de samba Prazer da Serrinha. Sua Ala de Compositores é uma das mais respeitadas, tendo em sua história nomes como Silas de Oliveira, Mano Décio, Aniceto do Império, Molequinho, Dona Ivone Lara (A primeira mulher a compor um Samba Enredo, e hoje chamada de A Rainha do Samba), Beto sem Braço, Aluísio Machado, Arlindo Cruz, só para citar alguns dentre tantos.



Sua história é coroada por sambas considerados clássicos do samba enredo como Aquarela Brasileira (1964) e (2004), Exaltação a Tiradentes (1949), Os Cinco Bailes da História do Rio (1965), Heróis da Liberdade (1969), Bumbum paticumbum Prugurundum (1982), e de ser a primeira escola a implementar destaques.

Samba Enredo 2017

Samba Enredo 2017

Enredo: "Meu Quintal é maior do que o mundo"
Autores: Arlindo Cruz, Aloísio Machado, Arlindo Neto, Ze Gloria, Andinho Samara e Lucas Donato

ABRE A JANELA VEM VER ÔÔ
POESIA BROTAR NO QUINTAL O CARNAVAL FLORESCER
MENINO BERNARDO EM MEU SER
REINVENTO O MEU PANTANAL
O SOM DO APITO A TOCAR ANUNCIA A COR
UM CANTO VERDE DO ÍNDIO ENFEITIÇOU
GUARDANDO O SEGREDO DAS ÁGUAS
REGANDO O MAR DE XARAYÉS
O ELDORADO REINA AOS MEUS PÉS

O SOM QUE SALTA DO BREJO
EMPRESTO A VIOLA
A PAZ DO MEU LUGAR "AFLORA"
É FEITO UM IMPÉRIO EM PROCISSÃO
ENFEITO MEU CORAÇÃO MORADA DO MEU VIVER
TEM CASA QUE ANDA POR ESSE CHÃO
BANDARRA É MEU CORAÇÃO QUE VOA NO ENTARDECER

MENINO DO MATO O NOSSO VERDE FAZ O CÉU EMOCIONAR
E O BRANCO ENTÃO FLORIU MEU CHÃO
ATENTO, UM FEROZ OLHAR

LUAR QUE ME TRAZ A LEMBRANÇA
NOSSA SENHORA É FÉ, ESPERANÇA
DE UM PANTANEIRO A LUTAR
REIZINHO... DE TANTAS VITÓRIAS
CANTANDO EU DECLAMO ESSE AMOR POR VOCÊ
EU SOU IMPÉRIO
ABRA O MEU LIVRO POIS TU SABES LER

A MINHA HISTÓRIA JÁ FALA POR MIM
SOU RESISTÊNCIA, ORGULHO SEM FIM
TEM POESIA NO AR, VOCÊ JÁ SABE QUEM SOU
PELO TOQUE DO AGOGÔ
É a evolução...a brisa que afaga a juventude
com charme e negritude
mas a arte se eternizou
nos baluartes que mostraram o seu valor!

Meu centenário vou comemorar
esse é o povo que me consagrou
Imperiano volte ao seu lugar: vencedor!