Menu
Reserve seu ingresso para o Carnaval do Rio 2017
Unidos de Padre Miguel Samba School

Unidos de Padre Miguel Samba School

Flag of Unidos de Padre Miguel Samba School

Unidos de Padre Miguel - Informações

A escola de samba Unidos de Padre Miguel foi fundada em 12 de novembro de 1957 e está sediada na Rua Vila Mesquita Vintém, no bairro de Padre Miguel. Foi visto por um longo tempo como a irmã mais nova da Independente Juventude Padre Miguel. Sendo criada para representar as associações de rural Rio de Janeiro. Escolheu as cores vermelho e branco. A escola tem como símbolo o boi vermelho e seu negócio se tornou conhecido.

Cores: Vermelho e Branco
Rainha da Bateria: Ana Paula Evangelista
Presidente: Lenilson Leal
Carnavalesco:  Edson Pereira

Unidos de Padre Miguel Sinopse – Carnaval 2017

O começo da escola foi deslumbrante, em seu primeiro desfile na Praça Onze, em 1959, foi coroado campeão e adquiriu o direito de estar entre os grandes em 1960. No entanto, após um carnaval ruim, perderam seu posto e tiveram de retornar às categorias inferiores. A escola voltou a desfilar entre as grandes em 1964, 1971 e 1972. Para 2017, já anunciou o enredo "Ossain - O Poder da Cura".

Informações - Carnaval 2017

Group: Grupo de Acesso - Dia 2, 25 FEV
Theme – Enredo: "Ossaim: o poder da cura"
Parading Date and Time: 01:00 hs

Leia mais sobre Unidos de Padre Miguel

Após o incremento financeiro de Castor de Andrade à Mocidade Independente de Padre Miguel, a escola se distanciou dos principais grupos cariocas, chegando, inclusive, a não desfilar em alguns anos.


Paradoxalmente, nos anos 2000, após uma fase de estagnação da coirmã de Padre Miguel, a Unidos trilhou um caminho de sucesso. Com dois campeonatos seguidos. Em 2005 no Grupo D e em 2006 no Grupo C, saiu do último grupo do carnaval carioca até o retorno ao desfile no sambódromo em 2006, pelo Grupo B.

Samba Enredo 2017

Enredo: "OSSAIM: O PODER DA CURA”
Compositores: Dudu Nobre, Toninho do Treile, Marcelo do Rap, Jonas Marques, Denilson do Rozário, Diego Rodrigues, Léo Peres e Jefinho Rodrigues

Eye voou…
seus olhos refletiram a dor do mundo
e majestoso pousa ao entardecer
pro bem no ayê semear
orunmilá…
divino mensageiro que reconheceu
a obstinação, sabedoria
que fez liberto o curandeiro, katendê
e olodumaré
presenteou… o filho de nanã e oxalá
com o poder das folhas, o axé
seiva da vida na minha fé

Soca o pilão, bate o tambor (ôôô)
preto véio joga arruda e guiné no meu abô
lua de prata, no meu terreiro
tem reza forte pra benzer o mundo inteiro

Xangô num momento de ira
pediu a guerreira oyà
sacode a saia e deixa o vento levar
as folhas da mata pra cada orixá
mas o segredo guardado está
agué lhe peço licença
unidos no verde esperança
é festa, é dança do meu viver
plantei no jardim de oxalá
pra semeadura vingar
a cura e o amor no amanhecer

Sou guerreiro, sou vintém
é verdadeiro esse amor me faz tão bem
ewé assá ossain, clareia
vai ter xirê vai celebrar na nossa aldeia