Carnaval 2018

09 à 17 Fevereiro

Ajuda e Suporte

Perguntas Frequentes

Tire todas as suas dúvidas referentes ao Carnaval do Rio.

Ingressos

  • Por que comprar conosco?

    1) O site pertence à agência Bookers Brazil, licenciada ARC/IATA e com certificado Cadastur, do Ministério do Turismo. Com mais de 10 anos no mercado, atende anualmente mais de xx visitantes que querem conhecer o Carnaval do Rio.

    2) Atendimento especializado por e-mail, telefone e Skype, de segunda a sexta e presencialmente, em nossa Central de Atendimento do Carnaval, durante todos os dias do evento.

    3) O site é protegido pelo certificado de segurança Secure Socket Layer (SSL), tecnologia avançada de criptografia, que garante privacidade e segurança dos dados dos clientes em todas as transações.

  • Quais são as formas de pagamento?

    Cartões de crédito Mastercard ou Visa, com parcelamento em até 6x sem juros, e American Express, em até 3x sem juros. Além disso, o pagamento pode ser realizado por boleto bancário, emitido por meio do PagSeguro.

    Para a comodidade dos clientes, aceitamos ainda depósitos ou transferências bancárias para nossa conta Itaú. Entre em contato com nossa Central de Atendimento e solicite nossos dados bancários.

  • Quais são os melhores ingressos no Sambódromo?


    O Sambódromo foi projetado para oferecer ótima visão do espetáculo a todos. No entanto, cada tipo de ingresso tem suas vantagens. Os assentos dos setores 2 e 3, próximos ao início do desfile, proporcionam ao espectador se entreter durante todo o tempo, já que assim que uma escola terminar de passar, outra já estará aquecendo.

    Setores localizados no meio da Passarela do Samba favorecem uma visão mais ampla do desfile formado. Também ficam próximos ao recuo da bateria e das principais apresentações ao juízes. Geralmente, são os ingressos mais caros. O tempo de espera entre as escolas é um pouco maior.

    Os setores ao final proporcionam uma vista da escola de samba totalmente formada na Avenida, com a emoção dos integrantes para cruzar a linha de chegada. O intervalo entre a passagem das escolas é ainda maior.

    Apenas as arquibancadas do setor 9 possuem lugar marcado e contam com uma equipe de guias que falam inglês e espanhol para ajudar os turistas. Para mais informações, converse com nossos especialistas

  • Como receber os meus ingressos?

    Os ingressos para o Carnaval estarão disponíveis para retirada a partir de 6 de fevereiro de 2018, em nossa Central de Atendimento. Para agilizar o processo, é recomendado a marcação de horário. No caso de compras realizadas com cartão de crédito, é obrigatória a presença do titular do cartão, bem como a apresentação de documento de identidade original com foto.

    Há também a opção de entrega, realizada durante o mesmo período e com as mesmas premissas. Caso queira optar pelo delivery, faça login na área de compras do site ou entre em contato com nossos atendentes. O custo da entrega é de R$30 para um ingresso ou R$50 para mais de um ingresso.

  • Em qual setor começa o Desfile do Carnaval do Rio?

    O desfile começa nos setores 2 e 3 e termina nos setores 12 e 13, onde fica a Praça da Apoteose.

    Mapa do Sambódromo e arredores

  • Estudantes, crianças e idosos pagam meia-entrada?

    Infelizmente, a empresa organizadora do carnaval não fornece ingressos de meia entrada ou gratuidades para Setores Especiais, apenas para as Arquibancadas Populares, que não comercializamos. Para compra destes ingressos, recomendamos entrar em contato diretamente com os organizadores dos desfiles.

  • É possível incluir hotel, passagens aéreas, bailes e tours no pacote?

    Certamente! Para consultar valores e condições dos pacotes, entre em contato com nossos especialistas do Carnaval pelo e-mail  [email protected].

  • Qual lado é melhor? Par ou ímpar?

    O sambódromo é dividido em setores com numeração par e ímpar. Cada lado tem características particulares.

    Os assentos do lado par ficam mais próximos à estação de metrô Praça Onze, cerca de 300 metros de caminhada. É um lado ótimo para quem vem de táxi do Túnel Rebouças, vindo principalmente dos bairros da Barra da Tijuca, Ipanema, Leblon, Gávea, Lagoa e Humaitá.

    O lado ímpar fica cerca de 1.200 metros da estação Central do metrô, mas as ruas de acesso são mais largas. Uma ótima opção para quem vai ao Sambódromo de táxi ou transporte público pelo Túnel Santa Bárbara e região Central, principalmente dos bairros de Copacabana, Leme, Laranjeiras, Botafogo, Catete, Flamengo, Centro, Lapa e da Zona Portuária.

  • A partir de quantos anos crianças podem assistir ao desfile?

    Para preservar a integridade do sistema auditivo das crianças, o Juizado da Infância e da Adolescência do Rio de Janeiro estabeleceu o limite mínimo de cinco anos para o ingresso no Sambódromo. Não esqueça de levar um documento, como certidão de nascimento, para comprovar a idade.

  • Posso escolher o meu lugar no Sambódromo?

    Não é possível escolher o lugar marcado. Embora existam lugares marcados apenas em frisas, cadeiras numeradas ou na arquibancada Setor 9, não há como garantir um local específico. Sempre deixamos casais ou grupos juntos.

     

  • Qual a diferença entre os desfiles do Grupo Especial, Grupo de Acesso e das Campeãs?

    O Grupo Especial engloba a elite das escolas de samba. Os dois dias de evento são o ápice do Carnaval e geralmente as escolas têm os sambas mais conhecidos e torcedores mais animados. O valor do ingresso, porém, é o mais elevado.

    O Grupo de Acesso reúne escolas que competem por uma vaga no Grupo Especial. O evento, mesmo sendo de nível profissional, não conta com os mesmos recursos. Os desfiles envolvem escolas tradicionais, com público fiel e são sinônimo de diversão garantida. O valor desse ingresso é geralmente menor.

    O desfile das Campeãs envolve a grande campeã do Especial e as outras cinco escolas melhor colocadas no grupo. Sem a pressão da disputa, os componentes desfilam de forma mais descontraída. Os valores dos ingressos são intermediários. O evento é no sábado após o carnaval e muitos turistas já deixaram a cidade.

  • Onde fica a Central de Atendimento do Carnaval e qual o período de funcionamento?

     

    A Central de Atendimento do Carnaval ficará no Hotel Atlântico Copacabana, localizado na Rua Siqueira Campos, 90, Copacabana. O local funcionará de terça-feira, 06 de fevereiro de 2018, a segunda, 12. A retirada de ingressos para o desfile das campeãs poderá ser realizada de quinta, 15, até sábado, 17. O horário de atendimento é de 10h às 17h.

Fantasias de Carnaval

Dicas para o sambódromo

  • Que horas devo chegar?

    O desfile começa às 21h, mas os portões do sambódromo são abertos às 18:30h. O show é longo e vai até a madrugada, então, caso prefira guardar as energias para assistir a última escola, recomendamos que chegue mais tarde, por volta das 22h30. Lembre-se que tem flexibilidade para decidir quais escolas quer assistir e programar seu horário.

    Dica: você poderá sair quantas vezes quiser de sua arquibancada, frisa, cadeira numerada para ir até a área de alimentação e shopping,  mas depois de sair do sambódromo você não poderá regressar.

  • Com que roupa eu vou?

    Use roupas leves e confortáveis. Por ser durante o verão, o clima está bem quente. Os holofotes e a grande concentração de pessoas deixam o local ainda mais abafado. É possível que haja pancadas de chuva à noite, então uma capa de chuva é recomendável, já que guarda-chuvas não são permitidos.

  • O que posso levar para o sambódromo?

    Você pode levar comidas e bebidas ao sambódromo. Apenas mantenha o limite de duas  garrafas transparentes de plástico de 500ml e dois itens de comida (biscoitos, frutas, sanduíches,etc) por pessoa.

  • É possível comprar alimentos e bebidas no sambódromo?

    Sim. Há diversos quiosques e vendedores no local. Cartões de crédito e débito são aceitos.

  • Como evitar filas e grande concentração de pessoas?

    A movimentação de pessoas é maior para quem chega ao Sambódromo por volta das 20 horas e para quem sai ao final da última escola de samba. Nos intervalos dos desfiles também é grande a concentração de pessoas para ir ao banheiro, comprar comida ou passear pela área de shopping.

Transporte para o sambódromo

  • Qual a melhor maneira de ir e voltar do Sambódromo?

    A forma mais segura e conveniente de chegar ao Sambódromo é por meio de nosso serviços de transfer privado. É necessário reservar com antecedência. Para mais informações, acesse a área de Transportes. 

  • É possível chegar ao Sambódromo de ônibus?

    Sim, especialmente para quem vai da Zona Sul com ingressos para setores ímpares. Para o lado par, o melhor é utilizar transportes que passem pela Praça Onze. O ideal é conferir com os motoristas antes, pois o itinerário dos ônibus costuma ser alterado nos dias de desfile.

  • Como devo proceder para conseguir pegar um táxi para o Sambódromo?

     

    Existem duas empresas de táxis privados autorizadas a entrar na área do Sambódromo. Para utilizá-los é necessário fazer uma reserva por telefone com antecedência.
    Para o lado ímpar: Coopertramo, telefones 21 2560-2022 ou 2560-1474.
    Para o lado par: Coopatur, telefone 21 3885-1000.
    Os carros podem levar até quatro passageiros e a tarifa é combinada previamente.

  • Posso chamar um táxi na rua?

    Sim, mas observe que o entorno do Sambódromo estará fechado para circulação de veículos, com exceção das companhias credenciadas. Ao utilizar um táxi comum você provavelmente terá que andar por algumas ruas ao redor da Passarela do Samba.

    Existem também taxistas que cobram preços fixos, prática proibida por lei, em vez de utilizar o taxímetro. Informe-se antes de iniciar a viagem e recuse preços abusivos.

  • Posso ir de carro?

     

    Quase não há vagas para estacionar próximo ao Sambódromo. As poucas que existem são  caríssimas e muitas vezes ilegais. Não estacione em locais proibidos, há muita fiscalização e provavelmente seu veículo será multado ou rebocado.

    Uma boa opção é ir de carro até uma estação de metrô e usar o transporte para chegar ao sambódromo. Por exemplo, a estação São Francisco Xavier, na Tijuca, ou estações de Botafogo, Largo do Machado, Glória e Catete, na Zona Sul, costumam ter estacionamento de fácil acesso nas redondezas.

  • Posso usar o metrô para chegar ao Sambódromo?

    Sim, é a melhor opção de transporte público, pois funciona 24 horas durante o Carnaval. Os trens partem com intervalos máximos de 10 minutos e estão sempre cheios de pessoas indo para o sambódromo.Você certamente encontrará muitas pessoas usando fantasias para o desfile e pode aproveitar para tirar fotos.

    Para acessar o lado ímpar do Sambódromo, desça na estação Central, que fica a 1,2 km do local do desfile. O acesso é pela Avenida Presidente Vargas até a entrada do seu setor. Para o lado par, a estação é a Praça Onze, a cerca de 300 metros do local do desfile. Procure sempre as placas indicativas de entrada do seu setor.

     

     

  • O metrô é seguro?

    Sim. A cidade está repleta de policiais e o metrô possui seus próprios seguranças. Porém deve-se evitar andar com máquinas fotográficas ou dinheiro à mostra e guardar bem os seus pertences. Além disso, se você estiver caminhando nas proximidades do metrô e o local for muito deserto, certamente estará fora das rotas usuais e deve se manter atento.

  • Quanto custa o metrô?

    A tarifa do metrô é R$4,30. Para utilizar o transporte, você pode adquirir um bilhete unitário, válido para uma única viagem, ou um cartão recarregável pré-Pago. A carga inicial é de R$5 e a recarga mínima é do mesmo valor. Esses cartões estão disponíveis em todas as estações.

  • Como é o serviço de transfer?

     

    O transfer possui horários e pontos de encontro pré-definidos. As rotas contemplam os principais hotéis da Zona Sul do Rio.  As áreas de embarque e desembarque são sinalizadas e ficam ao lado do sambódromo, onde a circulação de veículos não autorizados é proibida.

    Além da comodidade e segurança, haverá uma equipe disposta a ajudar e responder suas dúvidas. Não há necessidade de agendar a hora da volta, a partir das 00h, ao final de cada escola de samba, ônibus sairão constantemente do local de encontro com direção aos diversos hotéis já determinados.

Vida noturna

  • O que há para fazer à noite no Rio de Janeiro?

    Durante o carnaval existem várias opções de bailes temáticos e boates pela cidade. Na Lapa, região Central, destacam-se as casas de samba, como o Rio Scenarium e o Lapa 40°, e casas de show como Fundição Progresso e o Circo Voador.

    Na área da Barra da Tijuca estão localizadas boates como a Rio Music Hall e Barra Music. Já em Copacabana, as casas noturnas mais badaladas são Mariuzinn e Fosfobox Bar Club. Além desse lugares, você encontrará diversos bares, botequins e pubs que recebem um grande número de visitantes ao longo das noites de Carnaval.

  • Onde está a área gay durante Carnaval?

     

    Em todos os lugares. Principalmente blocos que passam pela Rua Farme de Amoedo, em Ipanema. Além do Baile Scala Gay, uma das opções de boates que mais se destaca é a "The Week".

Gastronomia

  • O que comer no Rio de Janeiro?

     

    A feijoada é uma instituição carioca, servida geralmente às sextas com arroz, farofa, couve mineira, um pedaço de laranja, para ajudar na digestão, e um copinho de cachaça para abrir o apetite. Outros pratos bem comuns são o filé à Oswaldo Aranha, o picadinho, e o churrasco misto, entre outros.

    Não deixe de experimentar as empadinhas e o caldinho de feijão como ótimas entradas. Nos diversos restaurantes do Rio, há a opção dos pratos executivos, que são geralmente mais baratos do que pedidos à la carte. Os restaurantes a quilo também são bem populares e ótimas opções para quem não quer gastar tanto.

     

  • O que lanchar no Rio?

    Há inúmeras opções de lanchonetes e botecos, com enorme variedade de petiscos. Você encontrará salgados como joelho, coxinha, croquete, kibe, esfiha, pão-de-queijo, empada, biscoito globo, pastel.

    Há também o açaí, que vale quase como uma refeição. Aproveite e experimente uma sobremesa. No Rio, a banana com canela e sorvete está em muitos cardápios.

     

  • O que beber no Rio de Janeiro?

    O Rio está repleto de casas de sucos naturais. Experimente refrescos como maracujá, caju, além de mate com limão e guaraná natural.

  • O que há de bebida alcoólica no Rio?

     

    A cidade é a terra da caipirinha, geralmente de cachaça. ALém da tradicional de limão, dá pra pedir diversas variantes, como kiwi, morango, ou abacaxi acompanhadas por vodca ou saquê.

    As cervejas mais populares no Rio são Antártica e Brahma, porém há diversas opções como Skol, Itaipava, Devassa, Budweiser, Stella Artois, Heinikein, Antártica Original e Brahma Extra.

  • Onde comer um churrasco rodízio?

    Algumas Churrascarias ótimas no Rio são: Carretão, Porcão, Estrela do Sul, Fogo de Chão, Palace Copacabana e Pampa Grill.

  • Que tipo de restaurantes vou encontrar no Rio?

    Há todo o tipo de restaurante. Até mesmo bares e lanchonetes podem servir refeições. Churrascarias e botecos familiares servem boa comida e estão por toda parte, com preços variados. Boas sugestões para quem quer gastar pouco são os restaurantes a quilo (self service) e os pratos executivos.

  • Como é o serviço nos restaurantes do Rio?

     

    Geralmente os cariocas tratam os garçons muito bem, às vezes chamando-os pelo nome, de amigo ou chefe. Há também diversos restaurantes em estilo self service onde não se paga gorjeta.

  • É obrigatório dar gorjeta ao meu garçom?

    A gorjeta não é obrigatória.

  • Quanto geralmente custa uma refeição no Rio?

    Há diversas opções de restaurantes e as variações de preços são altíssimas. Dica: até mesmo na Zona Sul, considerada uma das áreas mais caras da cidade, é possível ir a restaurantes self-service e comer por R$15 ou comer um prato executivo pelo dobro do valor.

  • Os restaurantes aceitam cartão de crédito?

    A maioria dos restaurantes aceita cartão de crédito das bandeiras Visa e Mastercard. Poucos aceitam American Express. Cartões de Vale-Refeição também são aceitos em diversos restaurantes.

Praias do Rio

  • Como são as praias no Rio?

    Além de locais para curtir a natureza ou se refrescar do calor, as praias do Rio são verdadeiros ambientes de convívio social. As mais badaladas são Copacabana, Ipanema e Leblon. Para conferir o pôr do sol vá até o Arpoador.

    As praias da Barra e da Reserva, que ficam na Zona Oeste do Rio, são boas para surf e menos frequentadas que as da Zona Sul, por conta da distância.

  • O que vou encontrar nas praias do Rio?

    Na praia você pode comprar tudo que você precisa para estar lá. Cangas, protetor solar, bronzeadores,biquínis e saída de praia, para os menores pás, baldes, piscinas, bolas podem ser comprados facilmente. Cadeiras e guarda-sol podem ser alugadas. Há diversos vendedores ambulantes e barracas com comida e bebida. Basta escolher! O biscoito Globo e o mate de latão são muito populares entre os cariocas.

Dicas de viagem

  • Como chegar aos aeroportos do Rio?

    Há dois aeroportos, o Aeroporto Internacional Tom Jobim - Galeão e o Santos Dumont, usado em voos domésticos. O primeiro fica afastado da região central da cidade, mas é possível chegar de táxis de cooperativas ou comuns (em torno de R$ 60 para Zona Sul) e por meio de linhas de ônibus especiais da empresa Real, com tarifa de R$ 10 a R$ 16, que passam pela Rodoviária Novo Rio, Centro, Aeroporto Santos Dumont, Zona Sul e Barra da Tijuca.

    Há também a opção de utilizar o Transporte Rápido por Ônibus (BRT), que trafega em corredores exclusivos, sem sofrer impactos das vias congestionadas.  A linha TransCarioca liga o Terminal Alvorada, localizado na Barra da Tijuca, direto ao Galeão, com paradas na estação Vicente de Carvalho e Madureira, onde é possível fazer integrações com os sistemas de Metrô e Trem.  O BRT funciona 24h e a estação fica localizada no desembarque do terminal 2. A passagem custa R$ 3,60.

    Já o Santos Dumont fica bem no Centro do Rio e é possível chegar e sair sem dificuldade de táxis e ônibus executivos, como as linhas 2016 e 2018, que servem as áreas do Flamengo, Botafogo, Copacabana, Ipanema e Barra.  A maneira mais econômica de deixar o aeroporto é usando a combinação de VLT (R$ 3,80) + metrô (R$ 4,30).  É possível fazer a integração nas estações Cinelândia e Carioca.

    Caso tenha alguma pergunta ou dúvida entre em contato conosco por e-mail ou através do nosso formulário de contato.

  • Onde devo ficar no Rio?

    Dê preferência aos bairros da Zona Sul, Centro, Santa Teresa ou Barra da Tijuca. Localidades como Ipanema, Leblon, Leme e Copacabana são as mais procuradas, pois ficam bem próximas da praia.

    A Barra fica distante de outras áreas turísticas do Rio, mas com o metrô é possível desfrutar da boa infraestrutura dos hotéis e dos blocos de carnaval pelas ruas.  No Centro, você estará próximo da área de diversas festas populares, além de aproveitar preços geralmente mais baixos.

Dúvidas? Nossos experts estão aqui para lhe ajudar!

Newsletter

Receba ofertas de ingressos, pacotes de hotel, dicas e muito mais para aproveitar o Carnaval do Rio.