Carnaval 2018

09 à 17 Fevereiro

Cores

Biografia

Fundada originalmente como Unidos de São Carlos, em 1955, a Estácio de Sá mudou de nome em 1983, para representar não apenas a comunidade, como todo o bairro da Zona Central do Rio de Janeiro. A escola de samba nasceu na região carioca conhecida como “berço do samba”, próximo da casa de Tia Ciata e onde foi fundada a Deixa Falar, primeira agremiação que usou o termo "escola de samba", embora nunca tenha desfilado entre as escolas. Artistas como Luiz Melodia, Gonzaguinha e Dominguinhos do Estácio foram alguns dos moradores célebres que homenagearam o bairro em suas composições.

As cores vermelho e branco só foram adotadas em 1965, em referência a Deixa Falar, escola considerada pela Estácio como sua ascendente. O leão, símbolo da escola, também é uma alusão à agremiação pioneira. Geralmente, o animal é representado em posição de destaque no carro abre-alas dos desfiles da escola.

A Estácio conquistou possui um título de grande campeã do Grupo Especial do Rio de Janeiro, conquistado em 1992, com o enredo "Paulicéia Desvairada - 70 anos de Modernismo". A escola também venceu por sete vezes na série A, segunda divisão do carnaval carioca.

  • Presidente: Leziário Nascimento
  • Rainha da Bateria: Elaine Azevedo
  • Carnavalesco: Tarcísio Zanon

Dúvidas? Nossos experts estão aqui para lhe ajudar!

Newsletter

Receba ofertas de ingressos, pacotes de hotel, dicas e muito mais para aproveitar o Carnaval do Rio.